Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
226 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 58117 )
Cartas ( 21211)
Contos (12851)
Cordel (10239)
Crônicas (22074)
Discursos (3147)
Ensaios - (9222)
Erótico (13451)
Frases (45260)
Humor (18932)
Infantil (4146)
Infanto Juvenil (3227)
Letras de Música (5505)
Peça de Teatro (1328)
Poesias (138693)
Redação (2995)
Roteiro de Filme ou Novela (1057)
Teses / Monologos (2417)
Textos Jurídicos (1934)
Textos Religiosos/Sermões (5245)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->Dona Esperança -- 21/05/2015 - 17:35 (Marcelo de Oliveira Souza,IWA Instagram:marceloescritor) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Dona Esperança



Bem levada e inocente

Quando criança

Sua alegria contagiava

A sua gente,

Não tinha posses

Mas não havia dívida, não!



Com seriedade

Sua família levava a vida

Seu sorriso conquistava

A população...



Um tombo atrás do outro

Um muro torto perdeu

Sua projeção.

A Esperança perdida

Em meio ao tumulto

Da falta de respeito

E educação...



Tornou-se uma senhora

Com medo de tudo e todos

Perdida numa cidade grande

Cheia de crimes e confusão.



Marcelo de Oliveira Souza,IWA

21/05/2015
Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui