Usina de Letras
Usina de Letras
59 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 59266 )

Cartas ( 21241)

Contos (13145)

Cordel (10297)

Crônicas (22219)

Discursos (3164)

Ensaios - (9460)

Erótico (13486)

Frases (46705)

Humor (19310)

Infantil (4487)

Infanto Juvenil (3784)

Letras de Música (5484)

Peça de Teatro (1337)

Poesias (138412)

Redação (3058)

Roteiro de Filme ou Novela (1060)

Teses / Monologos (2427)

Textos Jurídicos (1945)

Textos Religiosos/Sermões (5562)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->SOZINHO JAMAIS -- 13/01/2015 - 22:07 (benedito morais de carvalho(benê)) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos

Quando tu idade avançar

e teu corpo fraquejar

fragilizado pelo o cansaço

agonizante, abandonado

nas margens da vida

faminto e com sede

sem forças pra reagir

tua alma abatida

a autoestima partida

sem ter como prosseguir

perdido, desiludido

sem ter pra onde ir

sob um céu acinzentado

aguardando a morte chegar

do nada surgirá uma ponte

para que possas atravessar

água jorrando da fonte

para tua sede saciar

aquela mão no horizonte

é Deus vindo te resgatar

Comentarios
O que você achou deste texto?     Nome:     Mail:    
Comente: 
Perfil do AutorSeguidores: 49Exibido 117 vezesFale com o autor