Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
111 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57013 )
Cartas ( 21168)
Contos (12603)
Cordel (10073)
Crônicas (22187)
Discursos (3134)
Ensaios - (8995)
Erótico (13393)
Frases (43603)
Humor (18446)
Infantil (3772)
Infanto Juvenil (2676)
Letras de Música (5469)
Peça de Teatro (1316)
Poesias (138216)
Redação (2924)
Roteiro de Filme ou Novela (1055)
Teses / Monologos (2400)
Textos Jurídicos (1925)
Textos Religiosos/Sermões (4847)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->Paralelo Dois -- 27/11/2014 - 02:38 (MARIA CRISTINA DOBAL CAMPIGLIA) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos






Paralelo Dois



No silencio em pausa

passam mundos que às vezes não vejo.

Detenho em meus ouvidos

cansados do ruido

uma leve nota de tua voz grave

e parece que te escuto no sitio imaginário

cheio de encontros que ainda não tive.





Teu esboço mora em mim

delineado entre o desejo e a verdade

como um fato.



Entre os mundos em que sobreviveria

o teu é o mais assustador.

Não por questões conhecidas

mas porque entrar nele pode não ter saída







---------------------------------------------------
Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 1Exibido 52 vezesFale com o autor