Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
114 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57005 )
Cartas ( 21168)
Contos (12596)
Cordel (10072)
Crônicas (22187)
Discursos (3134)
Ensaios - (8995)
Erótico (13393)
Frases (43601)
Humor (18446)
Infantil (3771)
Infanto Juvenil (2671)
Letras de Música (5469)
Peça de Teatro (1316)
Poesias (138212)
Redação (2924)
Roteiro de Filme ou Novela (1054)
Teses / Monologos (2400)
Textos Jurídicos (1925)
Textos Religiosos/Sermões (4847)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->MOINHO -- 19/11/2014 - 00:51 (MARIA CRISTINA DOBAL CAMPIGLIA) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos






MOINHO



Um fio de vida sustenta o peito

e dá o som do nó em ritmo,

atrio incandescente acirrado em teimosia

que aguarda por todas as emoções

e luta para manter suas paixões

até...



Corações humanos são moinhos de vento

que pegam voo sem sair do lugar

girando seus pedaços em partes concretas

assustando os quietos pensamentos de costumes

delirando desejos ao ar de domingo



então saudam a paixão

e abrem-lhe as portas

sacudindo suas partes divididas

e virando um só

a contradizer o corpo fragmentado

como moinho sem vento

que mesmo assim

gira

gira

gira

até sanar



-------------------------------------

Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 1Exibido 36 vezesFale com o autor