Usina de Letras
                                                                         
Usina de Letras
220 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 59120 )

Cartas ( 21236)

Contos (13110)

Cordel (10292)

Crônicas (22195)

Discursos (3164)

Ensaios - (9437)

Erótico (13481)

Frases (46507)

Humor (19274)

Infantil (4457)

Infanto Juvenil (3722)

Letras de Música (5478)

Peça de Teatro (1337)

Poesias (138224)

Redação (3054)

Roteiro de Filme ou Novela (1060)

Teses / Monologos (2427)

Textos Jurídicos (1945)

Textos Religiosos/Sermões (5522)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->Mar -- 01/05/2014 - 10:14 (ANA SUELY PINHO LOPES) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
. O mar calmo, o mar agitado, o mar ao amanhecer, o mar ao deitar, o mar ao cair do sol, o mar na chuva, na areia, no horizonte, o mar nas diversas fases da lua, sempre é o mar.

Mar que testemunha história de amor, de suspense, de sedução

Mar que guarda segredos que apenas a ele podemos confiar

Mar, que vai e que vem na onda do momento

Mar, que nos carrega em seus braços e nos leva aonde queremos ou não

Mar, doce mar, tamanho sua dose de sal tamanha é a doçura com que nos envolve em suas ondas e nos deleita na longa estrada da imaginação

Cenário das gaivotas que dão piruetas no céu, formando círculos aquecidos pelo sol e bailam encantadas com o por do sol.

A festa é no mar cor do céu, é para o mar, é do mar, é do além, embala a todos, desperta e aquece os corações!

Mar, doce mar, te respeito mesmo com todos os medos que você me provoca!



Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui