Usina de Letras
Usina de Letras
                                                                         
Usina de Letras
174 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 58870 )
Cartas ( 21228)
Contos (13049)
Cordel (10273)
Crônicas (22177)
Discursos (3163)
Ensaios - (9376)
Erótico (13474)
Frases (46123)
Humor (19171)
Infantil (4372)
Infanto Juvenil (3576)
Letras de Música (5473)
Peça de Teatro (1332)
Poesias (138019)
Redação (3040)
Roteiro de Filme ou Novela (1060)
Teses / Monologos (2425)
Textos Jurídicos (1940)
Textos Religiosos/Sermões (5443)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->EU ACHO QUE A VIDA É ASSIM -- 28/01/2014 - 00:17 (Benedito Generoso da Costa) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
. EU ACHO QUE A VIDA É ASSIM



Eu acho que a vida nos empurra

Porque a vida nos quer para a frente

E até desconfio que a vida nunca olha para trás

Ela apenas nos agarra e nem diz nada

Só nos impulsiona e o que temos é correr

Sem parar depois de seu empurrão.



Eu acho que a vida continua a nos empurrar

E quando a gente cansa ela nos da um tapa na cara

E continua a nos empurrar e não nos quer ver chorar

E sim apenas caminhar porque só ela sabe o ponto de parar

Portanto nada adianta gritar e pedir para descansar

Que o descanso da vida é somente quando esta terminar.



Quem nasce já tem o compromisso de ir em frente

Nem importa saber se vai por que quer ou se a vida o empurra

Tudo o que tem a fazer é ir, parar, pensar se deve mesmo ir

Ou interromper a jornada sem saber se vale também isso a pena

Porque a essas alturas nem a vida que lhe empurra sabe de nada

A não ser que lhe incumbe lhe empurrar pela pedregosa Estrada.



Homem e mulher nascem nus e chorando

Não pedindo sequer de ninguém agasalhos

Mas apenas um colo que os escolham e os acolham

E o que comumente recebem é um tapa na bunda

Rejeição de um mundo mal que os esperam

Até que a vida os oprime e os conduza à MORTE.



BENEDITO GENEROSO DA COSARTA

Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 100Exibido 254 vezesFale com o autor