Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
28 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57057 )
Cartas ( 21170)
Contos (12599)
Cordel (10080)
Crônicas (22199)
Discursos (3134)
Ensaios - (9003)
Erótico (13395)
Frases (43650)
Humor (18457)
Infantil (3773)
Infanto Juvenil (2689)
Letras de Música (5470)
Peça de Teatro (1317)
Poesias (138245)
Redação (2924)
Roteiro de Filme ou Novela (1055)
Teses / Monologos (2401)
Textos Jurídicos (1925)
Textos Religiosos/Sermões (4854)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->Sem Fantasia -- 22/01/2014 - 02:01 (MARIA CRISTINA DOBAL CAMPIGLIA) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos


SEM FANTASIA



Como coveiro que arrasta o dia

talvez incomode a alegria



ela tem uma boca grande

cheia de luzes de natal

paira buzinas e canções

leviana

e banal



não digo da alegria

essa que nasce nua

digo da que é alugada

festa

e carnaval



adoro o carnaval sem amigos

perdida no meio à multidão

agarrada aos tambores enlouquecidos

que não querem saber

aonde vão.



Alegria de vida sem nomes

contagiante como luar

carnaval sem fantasia

quem irá se aventurar?

Há que deixar as certezas

e se arrastar

na multidão...







-------------------------------------
Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 1Exibido 56 vezesFale com o autor