Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
71 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57114 )
Cartas ( 21170)
Contos (12598)
Cordel (10092)
Crônicas (22214)
Discursos (3137)
Ensaios - (9017)
Erótico (13404)
Frases (43772)
Humor (18490)
Infantil (3793)
Infanto Juvenil (2720)
Letras de Música (5470)
Peça de Teatro (1317)
Poesias (138320)
Redação (2926)
Roteiro de Filme ou Novela (1055)
Teses / Monologos (2401)
Textos Jurídicos (1925)
Textos Religiosos/Sermões (4893)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Artigos-->Jumento Bomba -- 31/01/2003 - 00:34 (Marcelo de Oliveira Souza,IWA Instagram:marceloescritor) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
JUMENTO BOMBA







O desespero dos Palestinos é tão grande que sua necessidade estimula a criação, inventando e inovando em todas as suas tentativas desesperadas de afetar o seu inimigo de longas datas.

Criou-se a idéia de alistar mulheres que perderam seus filhos em protestos, que sempre culmina em mortes de muitos adolescentes, então apareceu a mulher -bomba, que jura carregar um monte de explosivos para destruir um alvo qualquer de seu algoz.

Depois veio a modalidade da bicicleta-bomba, que passava bastante desapercebido, para seus rivais, mas sempre é hora de inovar, porque repetir o mesmo método ficava manjado.

Mas o que realmente surpreendeu foi o jegue-bomba, o bichinho nem tem idéia da carga fulminante que está carregando, coloca-o em um lugar em que passam muitas pessoas e destroem o animal, junto com todos aqueles que estão por perto.

Parece cômico, mas o desespero do ser humano chega a estágios inimagináveis, por motivo de ganância, onde um povo não quer ceder uma parte de seu território, que foi tomado em uma guerra sangrenta, chamada Guerra dos Sete Dias, em que Israel que para ampliar suas fronteiras expandiu-se invadindo todos os seus territórios vizinhos.

Em pleno século XXI ainda existe a arrogância, a segregação,fome, doença, o imperialismo, coisas que eu pensava desde criança que nesta época futurista somente ia figurar nos livros de História, que infelizmente vim a perceber que esse tipo de coisa é um grande negócio para as pessoas.

Enquanto existirem vantagens com o infortúnio alheio, nunca terminará esse tipo de calamidade que corrói a alma e enfraquece a união universal.



Marcelo de Oliveira Souza

27/01/2003

JUMENTO BOMBA







O desespero dos Palestinos é tão grande que sua necessidade estimula a criação, inventando e inovando em todas as suas tentativas desesperadas de afetar o seu inimigo de longas datas.

Criou-se a idéia de alistar mulheres que perderam seus filhos em protestos, que sempre culmina em mortes de muitos adolescentes, então apareceu a mulher -bomba, que jura carregar um monte de explosivos para destruir um alvo qualquer de seu algoz.

Depois veio a modalidade da bicicleta-bomba, que passava bastante desapercebido, para seus rivais, mas sempre é hora de inovar, porque repetir o mesmo método ficava manjado.

Mas o que realmente surpreendeu foi o jegue-bomba, o bichinho nem tem idéia da carga fulminante que está carregando, coloca-o em um lugar em que passam muitas pessoas e destroem o animal, junto com todos aqueles que estão por perto.

Parece cômico, mas o desespero do ser humano chega a estágios inimagináveis, por motivo de ganância, onde um povo não quer ceder uma parte de seu território, que foi tomado em uma guerra sangrenta, chamada Guerra dos Sete Dias, em que Israel que para ampliar suas fronteiras expandiu-se invadindo todos os seus territórios vizinhos.

Em pleno século XXI ainda existe a arrogância, a segregação,fome, doença, o imperialismo, coisas que eu pensava desde criança que nesta época futurista somente ia figurar nos livros de História, que infelizmente vim a perceber que esse tipo de coisa é um grande negócio para as pessoas.

Enquanto existirem vantagens com o infortúnio alheio, nunca terminará esse tipo de calamidade que corrói a alma e enfraquece a união universal.



Marcelo de Oliveira Souza

27/01/2003

Tel 71*91253586
Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui