Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
90 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57012 )
Cartas ( 21168)
Contos (12603)
Cordel (10073)
Crônicas (22187)
Discursos (3134)
Ensaios - (8995)
Erótico (13393)
Frases (43603)
Humor (18446)
Infantil (3772)
Infanto Juvenil (2676)
Letras de Música (5469)
Peça de Teatro (1316)
Poesias (138216)
Redação (2924)
Roteiro de Filme ou Novela (1055)
Teses / Monologos (2400)
Textos Jurídicos (1925)
Textos Religiosos/Sermões (4847)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->Sequencia parte I : "Cambaleante" -- 03/12/2013 - 01:44 (MARIA CRISTINA DOBAL CAMPIGLIA) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos


Cambaleante

e tua



Coisas inexplicaveis

sao como coisas tuas



as vezes tem maos

mas nao tem pernas

e eu as vejo

nao toco



mas elas tambem abracam-me

correm

ou ficam

e comem meus pedacos

para me devolver inteira



Nisso tudo

eu perco voce

para de repente voce

de repente eu

nos de repente sermos

nos



mas nao



porque as coisas tuas sao inexplicaveis

e meio tensas

como corda de equilibrista

na qual preciso correr



------------------------------------------------
Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 1Exibido 72 vezesFale com o autor