Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
55 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57107 )
Cartas ( 21170)
Contos (12599)
Cordel (10092)
Crônicas (22211)
Discursos (3137)
Ensaios - (9015)
Erótico (13403)
Frases (43759)
Humor (18486)
Infantil (3792)
Infanto Juvenil (2717)
Letras de Música (5470)
Peça de Teatro (1317)
Poesias (138313)
Redação (2926)
Roteiro de Filme ou Novela (1055)
Teses / Monologos (2401)
Textos Jurídicos (1925)
Textos Religiosos/Sermões (4891)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->395 Corpo Estranho -- 20/01/2013 - 21:19 (Marcelo de Oliveira Souza,IWA Instagram:marceloescritor) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Corpo Estranho



Corpo estranho,

É cisco que cai no olho da gente

É uma pessoa intransigente

Uma alma descontente

Uma vida sem antecedente,

Uma grande dor de dente

Uma esposa que mente o que sente

Um portão com corrente

Um filho sem ninguém que o oriente.



Corpo estranho,

É um político que mente

É uma existência descontente

Uma reação sem reagente

Uma solidão intermitente

Uma terra sem gente

Uma maré sem vazante

Um marido com amante

Um sorriso sem razão aparente.



Corpo estranho,

Causa estranheza

Por isso se cuide

Pois a vida não é moleza!



Marcelo de Oliveira Souza

24.08.2000
Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui