Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
36 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 58118 )
Cartas ( 21211)
Contos (12860)
Cordel (10239)
Crônicas (22075)
Discursos (3147)
Ensaios - (9223)
Erótico (13451)
Frases (45260)
Humor (18932)
Infantil (4147)
Infanto Juvenil (3229)
Letras de Música (5505)
Peça de Teatro (1328)
Poesias (138693)
Redação (2995)
Roteiro de Filme ou Novela (1057)
Teses / Monologos (2417)
Textos Jurídicos (1934)
Textos Religiosos/Sermões (5246)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->O Grampo -- 20/01/2013 - 21:12 (Marcelo de Oliveira Souza,IWA Instagram:marceloescritor) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
O Grampo



O Grampo no passado

Era pequeno, anexado,

Minúsculo ferro, destemido

Furando o papel esbranquiçado.



Passa um tempinho

O grampo se transforma,

Enche de medo o ladrão

Que apavora.



O grampo da polícia

Encima do malandro

E agora o bem falado

Tá deveras preocupado,

Pois o grampo novamente modificado

Pega o Dr. Desesperado

Deixando-o mal falado,

Com saudades do dia em que o grampo

Vivia no papel acoplado.



Marcelo de Oliveira Souza
Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui