Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
99 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57544 )
Cartas ( 21185)
Contos (12635)
Cordel (10186)
Crônicas (22291)
Discursos (3141)
Ensaios - (9093)
Erótico (13416)
Frases (44321)
Humor (18630)
Infantil (3914)
Infanto Juvenil (2858)
Letras de Música (5479)
Peça de Teatro (1320)
Poesias (138271)
Redação (2948)
Roteiro de Filme ou Novela (1056)
Teses / Monologos (2412)
Textos Jurídicos (1926)
Textos Religiosos/Sermões (4993)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->A Feira -- 30/12/2012 - 21:58 (MARIA CRISTINA DOBAL CAMPIGLIA) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
A Feira





Poderia ser domingo

mas ocorre quarta feira

entre cheiros e verduras

vou à feira.



Eu no início não gostava

desses gritos que dominam

e passava acelerada

fruta aqui, ao lado nada.



Foi depois que compreendi

como vive esta moçada.

quando durmo eles acordam

armam toldos

e barracas



Uma pera é quase joia

tem banana, mel e soja.



No meu mundo sem arado

terra é seca ou é poeira

e o feirante sem a horta

desespera



Quantos pratos devorei

quanta fome já matei?

Eu nem sei.



Olhe o peixe e toque a fruta

que a verdade é que é verdade

toda a vida

é da feira.



Nesta esquina aqui na rua

troco o ranço pelo riso

abandono meus grunhidos

agradeço que há comida.

E que nunca morra ou mude

nossa feira tão solene

gritaria pura e vida!







**********************************************************************
Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui