Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
111 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57036 )
Cartas ( 21170)
Contos (12600)
Cordel (10077)
Crônicas (22200)
Discursos (3134)
Ensaios - (9000)
Erótico (13395)
Frases (43636)
Humor (18454)
Infantil (3772)
Infanto Juvenil (2687)
Letras de Música (5470)
Peça de Teatro (1316)
Poesias (138232)
Redação (2924)
Roteiro de Filme ou Novela (1055)
Teses / Monologos (2400)
Textos Jurídicos (1925)
Textos Religiosos/Sermões (4851)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->Dá sim -- 25/12/2012 - 04:33 (MARIA CRISTINA DOBAL CAMPIGLIA) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Dá sim



Dá reviravolta quando ao fim de uma tarde

a vontade não é descanso, nada manso

nada assim moderno ou certo, só um aperto

ou de mãos

de sofás

de acalantos



dá um transverso nocauteado de esperança

quando alcança sem a chance de retiro

a vontade de somente estar contigo

nada amigo



Não te quero como luzes de vitrine

nem afim de muitas coisas, menos festas

tão somente entardeceres

só umas frestas

para juntos abusarmos de janelas



e dá sim reviravolta tua voz

esse som tão singular e tão audaz

que parece retrucar meus desalentos

e convence simplesmente com chegar





*******************************************************

Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 1Exibido 92 vezesFale com o autor