Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
222 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 58098 )
Cartas ( 21211)
Contos (12859)
Cordel (10239)
Crônicas (22077)
Discursos (3147)
Ensaios - (9222)
Erótico (13450)
Frases (45241)
Humor (18924)
Infantil (4144)
Infanto Juvenil (3223)
Letras de Música (5502)
Peça de Teatro (1328)
Poesias (138674)
Redação (2995)
Roteiro de Filme ou Novela (1056)
Teses / Monologos (2417)
Textos Jurídicos (1934)
Textos Religiosos/Sermões (5243)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->O Velho Limão -- 12/09/2012 - 17:41 (Marcelo de Oliveira Souza,IWA Instagram:marceloescritor) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
O Velho Limão





Sentado esperando

O velho amanhece sonhando

Com o dia de amanhã

Ele vai passando.



O ponto da sua vida

É um permanente assento

Sem motivo aparente

Ele fica indolente.



Numa tristeza atroz

Ele se lembra da infância

Da sua filha querida

Tão amada e desejada...



Tanto carinho perdido

O limão amargo de hoje

É a personificação da tristeza...

Expulso de sua casa ao amanhecer.

Vai para o ponto de novo descansar

Da humilhação diária que ele tem que passar

Regurgita toda sua angústia

Levanta e vai andar

Anda, anda e volta

Pois a noite é a única a te acompanhar.



Recebendo-o na velha alcova

Que por muito tempo foi de alegria

E renovação do lar...

Sem nenhuma compensação

Sem nenhuma emoção

Só uma prole ingrata

Que atormenta seu coração!





Marcelo de Oliveira Souza









Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui