Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
209 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 58142 )
Cartas ( 21211)
Contos (12862)
Cordel (10239)
Crônicas (22086)
Discursos (3147)
Ensaios - (9227)
Erótico (13452)
Frases (45294)
Humor (18937)
Infantil (4159)
Infanto Juvenil (3232)
Letras de Música (5506)
Peça de Teatro (1328)
Poesias (138712)
Redação (2995)
Roteiro de Filme ou Novela (1058)
Teses / Monologos (2417)
Textos Jurídicos (1934)
Textos Religiosos/Sermões (5251)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Contos-->Enquanto eu lamento ele acha que eu canto. -- 07/06/2010 - 20:24 (Marco Túlio de Souza) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Enquanto eu lamento ele acha que eu canto.


Qual é o seu crime?
Cantar.
Cantar?
É cantar!
Cantar o quê?
Liberdade.
O juiz que me condenou é o idiota que fala pra todo mundo que, eu tenho comida e água limpa e não tomo chuva.
Mas que juiz é esse?
O que fez o alçapão para eu cair e eu cai.
Agora, fico nesta gaiola cantando o meu lamento.
Doido para me molhar na chuva.
Batalhar a minha comida.
Matar a minha sede.
Voar por ai, pousar em uma antena, num galho, comer fruta no pé e semear o chão.
Enquanto eu lamento ele acha que eu canto.


Autor: Marco Túlio de Souza
Todos os direitos reservados ao autor.
Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui