Usina de Letras
                                                                         
Usina de Letras
38 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 59135 )

Cartas ( 21236)

Contos (13102)

Cordel (10292)

Crônicas (22196)

Discursos (3164)

Ensaios - (9439)

Erótico (13481)

Frases (46519)

Humor (19281)

Infantil (4461)

Infanto Juvenil (3729)

Letras de Música (5479)

Peça de Teatro (1337)

Poesias (138234)

Redação (3054)

Roteiro de Filme ou Novela (1060)

Teses / Monologos (2427)

Textos Jurídicos (1945)

Textos Religiosos/Sermões (5525)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->O REGRESSO DA VIDA -- 26/06/2012 - 22:43 (Délcio Vieira Salomon) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
.

O REGRESSO DA VIDA

                                       Délcio Vieira Salomon

 

Alguém com ares proféticos

um dia vaticinou:

- a vida não tem regresso.

Ledo engano.

O regresso da vida é constante

e para ele não há limite, nem fim,

O da morte, este sim.

Aqui se nasce,

ali se cresce...

Até que em noturno leito

dois corpos novamente se entranham

e a vida recomeça.

O caminho a percorrer

traçado está.

Basta ir em frente

e a estrela do Acaso seguir.

Eis que surge a saudade

– força estranha

obriga o transeunte a voltar.

Mas a teimosia o faz prosseguir.

Mal sabe que o aguarda o abismo

pela morte cavado.

Em sua direção os passos da vida

tênues marcas deixaram.

Cintilante luz aponta a rota certa.

É preciso regressar.

Só então entende:

- o regresso da vida

não tem limite, nem fim. 

O da morte, este sim.

Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui