Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
64 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57107 )
Cartas ( 21170)
Contos (12599)
Cordel (10092)
Crônicas (22211)
Discursos (3137)
Ensaios - (9015)
Erótico (13403)
Frases (43758)
Humor (18486)
Infantil (3792)
Infanto Juvenil (2717)
Letras de Música (5470)
Peça de Teatro (1317)
Poesias (138313)
Redação (2926)
Roteiro de Filme ou Novela (1055)
Teses / Monologos (2401)
Textos Jurídicos (1925)
Textos Religiosos/Sermões (4891)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Artigos-->Chapada Diamantina -- 18/01/2003 - 00:37 (Marcelo de Oliveira Souza,IWA Instagram:marceloescritor) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
CHAPADA DIAMANTINA







O importante nas férias é quando nós conhecemos outros lugares, com belezas diferentes, num País infestado de lugares interessantes e exóticos, seja de praia ou de campo.

Dessa vez escolhi conhecer lugares de serra, e nada melhor do que a Chapada Diamantina, que fica a seis horas de Salvador, recebendo esse nome porque o local já foi um grande pólo de extrativismo mineral, indo pessoas do Brasil inteiro para tentar a sua sorte.

A caminho da cidade de Lençóis, fizemos uma parada em Itaberaba, depois descemos, observamos as imponentes serras, que fazem um cinturão ao redor da cidade, expondo as maravilhas da natureza em diversos roteiros.

Durante o dia é uma animação contumaz, as pessoas de todas as nacionalidades, se preparam logo cedinho para percorrer as trilhas, com todo tipo de material de apoio, botas ou tênis com antiderrapante, pois andamos muito em pedras enormes, fazendo escaladas bastante cansativas, protetor solar, que o nosso astro-rei não tem piedade neste local paradisíaco, e prepare-se para muita beleza e emoção.

Nós temos que reservar guias, senão não iremos chegar a lugar algum, e muita vontade e espírito de aventura.Onde eles fazem questão de mencionar que as pessoas nativas de lá são lençoenses e não fronha, uma piadinha da cidade.



Conhecemos diversas cachoeiras, entre elas, a Cachoeira da Primavera, fica no meio de muitas pedras escorregadias, mas é um belo espetáculo, A Cachoeira da fumaça que mais chama atenção, pela sua beleza e imponência, que de tão alta, nem chega ao chão, evaporando-se em pleno ar.

Entramos em um cenário cheio de cavernas e lendas, onde vemos uma pedra enorme, que parecia cair, se respirarmos um pouquinho mais forte.

Uma delas é de uma mulher peituda, com seus enormes seios encaroçados, onde quem entrasse nessa caverna seria forçado a degusta-lo com todo fervor.









Existem pedras, que, se raspadas, somente com a ponta dos dedos, sai uma areia com coloração, que serviu de pinturas para os indígenas, hoje fazem lembrancinhas em garrafas com mensagens sobre a cidade.

Seguimos para Ribeirão do meio que é uma trilha bastante suave, com cerca de quarenta e cinco minutos andando, onde aparece em meio às pedras um grande lago, em que caprichosamente ao lado existe uma rampa enorme com pedras bem lisinhas, que as pessoas utilizam para deslizar, como se fosse um tobogã indo desembocar em um lago com águas frias e ferrruginosas, que é uma característica a mais desta região.

Realmente a cidade de Lençóis é um espetáculo, digno de ser figurado no rol das sete maravilhas do mundo, que parece mais uma Torre de Babel, com todos os tipos de pessoas e culturas, línguas e realidades, que se entendem de uma forma divina, não através da língua, que isso é impossível, mas de uma linguagem nova e crescente, falado aos quatro cantos da cidade, o amor pela natureza.



Marcelo de Oliveira Souza

Tel 71*91253586
Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui