Usina de Letras
Usina de Letras
33 usuários online

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 61983 )

Cartas ( 21333)

Contos (13252)

Cordel (10446)

Cronicas (22532)

Discursos (3236)

Ensaios - (10271)

Erótico (13561)

Frases (50402)

Humor (20004)

Infantil (5392)

Infanto Juvenil (4728)

Letras de Música (5465)

Peça de Teatro (1375)

Poesias (140727)

Redação (3291)

Roteiro de Filme ou Novela (1062)

Teses / Monologos (2435)

Textos Jurídicos (1957)

Textos Religiosos/Sermões (6144)

LEGENDAS

( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )

( ! )- Texto com Comentários

 

Nota Legal

Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Poesias-->CÚMPLICE COMO O SEU ESPELHO -- 26/03/2012 - 18:16 (ADhemyr Fortunatto) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos


CÚMPLICE COMO O SEU ESPELHO

Por: ADhemyr Fortunatto - Escritor/Poeta/Cronista



POEMA De Autoria de ADhemyr Fortunatto.

Texto extraído do livro A ERA DA BANALIZAÇÃO (Poesias).

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------


ABAIXO ALGUNS DOS COMENTÁRIOS A RESPEITO DESTE TEXTO:



Mary - 07/08/2012 05:49:00 - DIADEMA - SP


ADhemyr sua sensibilidade é ímpar!

Você escreve com maestria!

Sua escrita é refinada, delicada,encantadora surpreendente!

Parabéns!

VOCÊ faz toda a diferença!

Sucessos sempre!

Forte abraço !

Mary



"CATHERYNNE ROCHA - 24/07/2012 18:51:00 = SÃO PAULO - SP

Uau, ficou tão profundo.. dessa vez você se conteve em intercalar a poesia com prosa e conseguiu um texto simplesmente maravilhoso! Esse trecho:..."Saberei sempre adiar minha urgência..."... Nossa, isso foi realmente de mais. Normalmente as pessoas não conseguem fazer isso e se conseguem, a custa de realmente muito dominio próprio. Belíssima poesia. 



HAGGIO MASSAO - País: JAPÃO.

Gostei! Realmente sensibilidade é uma coisa difícil de se encontrar hoje em dia pois as pessoas vez ou outra confundem sensualidade e o sentimento que é o amor, com o vulgar ou desnecessário... Continue a se expressar assim e de transmitir o que sente e pensa, que por sua vez, gera ao próximo uma contagiante inspiração...
.... ..



 



=========BETH DOCINHO VIDA - MANAUS - AM



Nossa, que privilégio ter um homem de verdade como meu amigo, pois não nascemos homens ou mulheres, nos tornamos e vc é simplismente um entre milhões. Como dizia o nosso poeta Vinicios de Moraes "...se todos fossem iguais a vc que maravilha seria viver...". Esta linda canção retrata a beleza contida em vc na forma de expor seus sentimentos. Muito obrigada por vc ser um exemplo de gentileza, humildade, caráter e principalmente um verdadeiro gentleman. Beijos da sua fã Beth Docinho Vida - MANAUS - AM. 

 



  ESCRITORA JOSY TORTARO comentou em 09/07/2012, às 07:09:17 pm:

Muito lindo! Parabéns!




BETH DOCINHO VIDA:

Ele escreve com o coração… Sua alma clama por um desejo admirável nos homens à moda antiga, ele é diferente do homem "moderno", diferente do homem do "agora", diferente do homem do "momento&
39;. Ele o ADhemyr é um gentil homem, ele é um príncipe.




ANA SA PEIXOTO 



....sabe, eu todos os dias leio seu poema como se fosse uma oraçao. Fico imaginando como deve ter sido grande o amor seu pela sua musa inspiradora. Parabéns mil vezes. Tenho certeza que ela se emocionou muito.



ROSANA LANCETTI:

Lindo demais! Parabéns ao escritor!



PATRÍCIA SÁ PEIXOTO PINHEIRO:

Estou encantada com o poema de ADhemyr Fortunatto..Já sabia que ele era talentoso, mas esse poema superou qualquer expectativa minha..Faltou o ar...Faz tempo que não lia algo assim tão delicado e envolvente,, Parabéns!!



ANA SA PEIXOTO:

Nossa! Eu também acho. Ele é uma alma especial...Adoro tudo o que ele escreve e, com paciência e uma cumplicidade quase anônima, eu sou uma admiradora dele. Um encanto de homem. Que poema!!..



FÁTIMA GENARI = 02/07/2012 08:23:00

adorei sua poesia , invade de fato a alma feminina! pena que nem todos tenham sua sensibilidade, abraços!




ANA PINHEIRO:

02/07/2012 10:09:00

Parabéns pelo lindo poema. De uma grande sensibilidade. Desejo sucesso sempre. Você é um grande escritor. Abraços Ana Pinheiro.




FERNANDO LIMA JUNIOR:

Maravilhoso poema. encantado.



GRAÇA PINHEIRO:

Amei a poesia. Bjs



==================================================================


CÚMPLICE COMO O SEU ESPELHO



Hei de agir de forma tranquilizante.

Hei de possuir a segurança de um pai

E a compreensão de uma mãe.

Direi certas coisas a você que somente uma mulher diria...



Falarei do seu corpo com a delicadeza

E sutileza de uma mulher...

Evocarei e falarei de sensações

Das quais somente uma mulher é capaz de falar.

Terei paciência...



Darei tempo para você

Preparar-se,

Fantasiar-se,

Encantar-se,

Excitar-se,

Entregar-se...



Jamais mostrarei desejo ou urgência.

Saberei bater em retirada,

Dar um passo atrás...

Saberei sempre adiar minha urgência,

Conterei meu ciúme avassalador,

Minha fúria de Beethoven...



A cada instante farei a você

Uma promessa:

“Não lhe peço para mudar,

Não invadirei a sua individualidade;

Serei um detalhista,

Mas sem invadir a sua intimidade!”



Mas também serei alegre e impaciente

Como um adolescente!

Cúmplice como o seu espelho!



Farei com que você se sinta

Como quando está

Diante do espelho admirando-se...

Descobrindo-se...

Fantasiando-se...





Darei voz às suas fantasias

Mais secretas...

E ajudarei você a criar outras!



Farei carícias em seu corpo

E a excitarei com a naturalidade

Com que você o faria!...



Pedirei que relaxe...

Relaxe;sinta minhas mãos,

devagar, suaves...



Pedirei, com meus lábios,

tocando os seus lábios desenhados,

Que se abra aos elogios,

Às palavras sussurradas...



Hei de sugerir o que

Você gostaria de pensar

Para excitar-se...



E quando fizermos amor

Nem você mesma saberá por que o fez,

Tal a naturalidade com que

Tudo aconteceu!...



E, enfim, farei com que você se sinta

Mais jovem a cada ano!

Tudo isso, meu amor, porque...

porque eu te amo...


-------------------------------------------------------------------------------------------------------

ADhemyr Fortunatto

Escritor - Poeta - Cronista do JR Notícias
(www.jornalnoticias.com.br)

Autor dos seguintes livros:

1 - REFLEXÕES DE UM SUJEITO À TOA (Humor - Reflexoes) = Editora Usina Letras - 2012

2 - A ERA DA BANALIZAÇÃO (Poesias) - Inédito.

3 - Toda Feminista Tem Um Machão no Coração - Editora Parma - São Paulo - SP.





OUTROS TEXTOS DE ADhemyr Fortunatto você encontra em...

www.usinadeletras.com.br/exibelotextoautor.php?user=ADhemyr

BLOG:

http://olivro-reflexoes.blogspot.com

E-mail:

adhemyr_fortunato@yahoo.com.br

FACEBOOK.COM/ADhemyr Fortunatto

==================================== 


 


Comentarios
O que você achou deste texto?     Nome:     Mail:    
Comente: 
Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui