Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
86 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57096 )
Cartas ( 21170)
Contos (12597)
Cordel (10090)
Crônicas (22210)
Discursos (3136)
Ensaios - (9014)
Erótico (13401)
Frases (43744)
Humor (18481)
Infantil (3788)
Infanto Juvenil (2712)
Letras de Música (5470)
Peça de Teatro (1317)
Poesias (138305)
Redação (2926)
Roteiro de Filme ou Novela (1055)
Teses / Monologos (2401)
Textos Jurídicos (1925)
Textos Religiosos/Sermões (4887)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->CAFÉ DA MANHÂ -- 26/02/2012 - 17:13 (João Ferreira) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
CAFÉ DA MANHÃ

Jan Muá

26 de fevereiro de 2012



O deus do céu abriu as janelas do tempo

Com o sorriso de um dia ameno

Dando um simples clique na tecla da luz natural de apolo

Vieram para a padaria

As crianças e os cachorrinhos

Que rapidamente se misturaram

Na alegria de um convívio sadio e inocente

Sob o testemunho das plantas do jardim

E dos prédios alinhados

Há pequenas mesas

Para sentar e tomar o café da manhã

E um cardápio burguês

Onde não falta pão nem manteiga nem suco de laranja

Nem pãozinho de queijo nem ovos mexidos

Nem café expresso

Há tranquilidade

E conversa familiar

E política

E garrulice de criança

E travessura de cachorrinho

Mas tudo casa tudo acontece na boa paz

Sob as bênçãos do pão

E vende-se ali a doce ilusão de uma grande família

Convivente

Como se fosse em Capri

No embalo de uma grande baía azul!





Jan Muá

Brasília, Asa Norte, 26 de fevereiro de 2012

Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 74Exibido 249 vezesFale com o autor