Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
47 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57107 )
Cartas ( 21170)
Contos (12598)
Cordel (10092)
Crônicas (22211)
Discursos (3137)
Ensaios - (9015)
Erótico (13403)
Frases (43759)
Humor (18486)
Infantil (3792)
Infanto Juvenil (2718)
Letras de Música (5470)
Peça de Teatro (1317)
Poesias (138313)
Redação (2926)
Roteiro de Filme ou Novela (1055)
Teses / Monologos (2401)
Textos Jurídicos (1925)
Textos Religiosos/Sermões (4891)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->A Terra parou outra VEZ! -- 06/02/2012 - 20:09 (Marcelo de Oliveira Souza,IWA Instagram:marceloescritor) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
A Terra parou outra VEZ!



Outra vez a Terra parou

Não aprenderam a lição

O horror pairou

Não é mole não!



Policiais revoltados

O povo indignado

A violência campeia

E o arrastão virou lei.



Ninguém é de ninguém

Não fica uma loja inteira...

Federais vêm enganar

A PM parou mesmo

Não sei como vai terminar.



Todos continuam no CAB

O povo reza para que a greve acabe

de qualquer maneira

Mas os poderosos de plantão

Batem a mão, dizem não!







O desgoverno toma conta...

Helicópteros, bombas e explosão

A greve continua

Ninguém se atreve sair na rua.



Uns loucos pensam no carnaval

Outros bebem na micareta

Como se o mundo fosse terminar

Ainda acham isso porreta.





Restos do último vendaval

Ainda marcam o pessoal

Mas o certo mesmo que nessa Terra parada

A gente tem muita culpa.



O descaso é geral

Na hora da eleição votamos igual

Levamos tapas no lombo

Ainda achamos tudo sensacional.





Marcelo de Oliveira Souza

Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui