Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
117 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 58669 )
Cartas ( 21225)
Contos (12996)
Cordel (10256)
Crônicas (22149)
Discursos (3159)
Ensaios - (9332)
Erótico (13465)
Frases (45873)
Humor (19089)
Infantil (4324)
Infanto Juvenil (3488)
Letras de Música (5465)
Peça de Teatro (1335)
Poesias (137830)
Redação (3031)
Roteiro de Filme ou Novela (1059)
Teses / Monologos (2423)
Textos Jurídicos (1940)
Textos Religiosos/Sermões (5387)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->Banal -- 16/01/2012 - 23:09 (MARIA CRISTINA DOBAL CAMPIGLIA) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
.

Banal

Tenho um ar de loucura
por tanto te procurar
roubo esta voz da lua
compactuo
finjo frio

algo me atinge e fere
não sei se dói
ou se é banal
posso sozinha
tudo
talvez nada
pouco mais

Porque caminho à toa
não te encontro
ou não estás?
Acho que não funciona
aquele farol de perdidos
que salva os enormes navios
tão pequenos quanto eu
em alto mar...

 

 

cheeky

Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 2Exibido 167 vezesFale com o autor