Usina de Letras
Usina de Letras
64 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 59266 )

Cartas ( 21241)

Contos (13145)

Cordel (10297)

Crônicas (22219)

Discursos (3164)

Ensaios - (9460)

Erótico (13486)

Frases (46705)

Humor (19310)

Infantil (4487)

Infanto Juvenil (3784)

Letras de Música (5484)

Peça de Teatro (1337)

Poesias (138412)

Redação (3058)

Roteiro de Filme ou Novela (1060)

Teses / Monologos (2427)

Textos Jurídicos (1945)

Textos Religiosos/Sermões (5562)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->MEU VELHO EXPEDITO -- 06/12/2011 - 14:16 (benedito morais de carvalho(benê)) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos

MEU VELHO EXPEDITO

OI PAI,

COMO VAI?

NÃO FUI INCOMPREENDIDO

NÃO COMPREENDI VOCÊ

SABE PAI..

JAMAIS GANHEI UM ABRAÇO

MIMOS, PRESENTES,

ELOGIOS VINDOS DE VOCÊ

AFAGOS NEM PENSAR...

É O TEU JEITO DURÃO DE SER

SO QUEM CONSEGUIU TE ALQUEBRAR

FOI O PÉRFIDO E SORRATEIRO AVC

ALZHEIMER TAMBÉM TE PEGOU

HOJE TU NÃO ME CONHECES MAIS

E APRENDI A TE CONHECER

SEI QUE NÃO FUI UM BOM FILHO

NÃO SOUBE SER TEU AMIGO

É MEIO CONTRADITÓRIO...

MAS SEMPRE IREI TE AMAR

Comentarios
O que você achou deste texto?     Nome:     Mail:    
Comente: 
Perfil do AutorSeguidores: 49Exibido 212 vezesFale com o autor