Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
108 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57044 )
Cartas ( 21170)
Contos (12603)
Cordel (10078)
Crônicas (22198)
Discursos (3134)
Ensaios - (9000)
Erótico (13395)
Frases (43640)
Humor (18454)
Infantil (3772)
Infanto Juvenil (2688)
Letras de Música (5470)
Peça de Teatro (1316)
Poesias (138232)
Redação (2924)
Roteiro de Filme ou Novela (1055)
Teses / Monologos (2401)
Textos Jurídicos (1925)
Textos Religiosos/Sermões (4851)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->Invernando -- 31/07/2011 - 23:00 (MARIA CRISTINA DOBAL CAMPIGLIA) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Invernando



Todos os poros do frio

cortam noites de rua.

Há um inverno que nasce

dentro do pensamento

passa o Tempo

que soa

como sino de vento.



Passam anos e enganam

como se fosse certo

nosso tamanho humano

grande como deserto.



Atrás do inverno velho

mesmo assim tão violento

vem uma brisa quente

como olhar de tigresa.

Deixarei que devore

todas as minhas veias.

Uma paixão incerta:

há coisa assim

mais bela?

Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 1Exibido 163 vezesFale com o autor