Usina de Letras
Usina de Letras
23 usuários online

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 61956 )

Cartas ( 21333)

Contos (13252)

Cordel (10444)

Cronicas (22529)

Discursos (3235)

Ensaios - (10258)

Erótico (13560)

Frases (50362)

Humor (19994)

Infantil (5388)

Infanto Juvenil (4724)

Letras de Música (5465)

Peça de Teatro (1375)

Poesias (140713)

Redação (3290)

Roteiro de Filme ou Novela (1062)

Teses / Monologos (2435)

Textos Jurídicos (1956)

Textos Religiosos/Sermões (6141)

LEGENDAS

( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )

( ! )- Texto com Comentários

 

Nota Legal

Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Contos-->Nao sei porque -- 23/04/2001 - 00:26 (Anonimo) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos
Outro dia perfeito na minha vida, o sol brilha, os passaros cantam, e mais uma vez eu acordo bem cedo...levanto faço uns exercicios matinais. Na mesa do café da manha tudo é tao perfeito, minha mae sorri, meu pai lê jornal, minha irma come seus cereias, e eu feliz da vida tomando meu çafé, levanto da mesa bjo a minha mae no rosto, dou xau para o meu pai, e chamo a minha irma porque o onibus da escola está buzinando, corro até o onibus e busco um lugar ao fundo do onibus, olho para a minha esquerda e meus amigos me chaman para sentar do lado deles, e olho para a direita varios garotos mais velhos ficam olhando com um olhar "devastador", vou para o lado de meus amigos me sinto confortavel ao lado deles, nao sei pq me deu vontade de ir e tentar fazer amizade com os mais velhos, chegando no colegio, especificamente na minha sala, sento na carteira...a primeira da classe, o professor ao chegar na sala me comprimenta e retribuo, mas eu olho para a direita e vejo as meninas coxichando alguma coisa sobre min olho para a direita e vejo os garotos mais velhos me encarando da janelhinha da porta da sala de aula...eu os encaro desta vez nao tenho medo, me levanto e peço permissao para sair da sala, professor diz q posso...e me avisa...cuidado, nao entendo e saio. No lado de fora os garotos fazem uma especie de circulo em volta de min, sao bem uns 8 garotos em volta de min, e eu lhes pergunto
- quem sao voces?
- nós? nao sei porque mas...vc deveria saber- Diz um garoto na minha frente
- Nao sei porque...vc ficava nos ignorando- Diz outro atras de min
- Nao sei porque vc nos ignora...se nós somos a sua realidade
- A minha realida- pergunto alfito
- nao sei porque voce sempre procurow o conforto na fantasia...nao sei porque vc nunca quis buscar conforto na sua realida,- Diz um garoto a minha esquerda
- Nao sei porque voce nao aceita...aceita que nós tambem fazemos parte de voce- Diz um garoto
- Nao sei porque vc tem q ter uma vida tao perfeita...alias...nao sei porque vc sonha com a fantasia em vez de sonhar com a realida.
Muitos nao sei porque surgem..me deixam confuso...mas o ultimo é o mais confuso
- Nao sei porque...vc nao acorda de uma vez.
eu começo a suar...e começo a grita....tentanto encontrar uma saida...eu nao entendi minha realidade?minha fantasia, dai eu grito nao sei porque mas isso parece um pesadeloooooooo.
Abro os olhos, olho para esquerda...vejo varias casas muito bonitas...olho para a direita...e vejo uma cama feita com papeis..e algumas pessoas sorrindo pra min...penso "esta na hora de eu aceitar a minha realidade...a realidade de muitos outros" eu me levanto e vow para a direita...e penso "pois aquela ali..é a minha fantasia é a minha vida perfeita, do qual nao passa de uma fantasia"
Comentarios
O que você achou deste texto?     Nome:     Mail:    
Comente: 
Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui