Usina de Letras
                                                                         
Usina de Letras
47 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 59142 )

Cartas ( 21236)

Contos (13107)

Cordel (10292)

Crônicas (22196)

Discursos (3164)

Ensaios - (9441)

Erótico (13481)

Frases (46534)

Humor (19286)

Infantil (4462)

Infanto Juvenil (3731)

Letras de Música (5479)

Peça de Teatro (1337)

Poesias (138253)

Redação (3054)

Roteiro de Filme ou Novela (1060)

Teses / Monologos (2427)

Textos Jurídicos (1945)

Textos Religiosos/Sermões (5528)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->INQUIETAÇÃO -- 12/05/2011 - 10:28 (Umbelina Linhares Pimenta Frota Bastos) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
.






Quero sempre o que os meus olhos adivinham





E abandono o que o corpo já sentiu





E que a  mão já alcançou.






 





Perto demais,





Nessa ânsia de saber o que me vem depois,





Vale mais para mim a emoção





Que se esboça





Em toda essa vida que deixo para traz!








Sinto que no meu ser há esta





Mistura estranha de um pedaço de céu





De um punhado de terra





De um pouco de mar...








Há o céu em meu olhar triste e distraído





A inquietação do mar de minha alma





De poeta





E a terra





No meu sangue ardente!






 











Trago ânsias divinas de uma predestinada





E esse destino audaz de uma incomum!





Nasci para cantar





Amar e ser amada





Ter todos os destinos,





E não ter nenhum!...











 






Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui