Usina de Letras
                                                                         
Usina de Letras
54 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 59142 )

Cartas ( 21236)

Contos (13107)

Cordel (10292)

Crônicas (22196)

Discursos (3164)

Ensaios - (9441)

Erótico (13481)

Frases (46534)

Humor (19286)

Infantil (4462)

Infanto Juvenil (3733)

Letras de Música (5479)

Peça de Teatro (1337)

Poesias (138253)

Redação (3054)

Roteiro de Filme ou Novela (1060)

Teses / Monologos (2427)

Textos Jurídicos (1945)

Textos Religiosos/Sermões (5528)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->NAQUELA ÁRVORE -- 04/04/2011 - 21:14 (Umbelina Linhares Pimenta Frota Bastos) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
. Naquela árvore vejo o meu próprio destino:

Brota da terra, cresce, floresce

Pequenino arbusto cujo o tronco

Eleva-se altivo pelo espaço!



Agora naquela árvore vejo

A minha própria vida,

Ela veio do mesmo pó

Do qual todos nós brotamos.



No esforço da luta e na ânsia

Da subida desconjunta os seus galhos

E retorce os seus ramos.



Você partiu para outras esferas

Rasgou a minha alma

E a encheu de feridas mortais

E de cicatrizes eternas.



O tronco rachou, os seus ramos quebraram

Talhos apareceram por onde foge a seiva.

È assim meu amor que eu fiquei:

Igual aquela árvore!

Depois que você me deixou.



Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui