Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
127 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57036 )
Cartas ( 21170)
Contos (12600)
Cordel (10077)
Crônicas (22200)
Discursos (3134)
Ensaios - (9000)
Erótico (13395)
Frases (43636)
Humor (18454)
Infantil (3772)
Infanto Juvenil (2687)
Letras de Música (5470)
Peça de Teatro (1316)
Poesias (138232)
Redação (2924)
Roteiro de Filme ou Novela (1055)
Teses / Monologos (2400)
Textos Jurídicos (1925)
Textos Religiosos/Sermões (4851)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->Flores tuas -- 10/12/2010 - 02:35 (MARIA CRISTINA DOBAL CAMPIGLIA) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos


Flores tuas.



Eu sabia que era venenoso

esse aroma que tens

porque nada de anúncio utiliza

nem prece

nem marca.



Esse perfume de veias

sangue

neurônios

preto dos olhos

e pele

branca

como um quê...



Tudo conjuga à crueldade

de ti

como es

despertador de vontades

de mim

como sou:

desperta - a - dor

e o desejo

quase na pele tão tua

ausente

como buquê







Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 1Exibido 164 vezesFale com o autor