Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
117 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57043 )
Cartas ( 21170)
Contos (12600)
Cordel (10078)
Crônicas (22200)
Discursos (3134)
Ensaios - (9000)
Erótico (13395)
Frases (43638)
Humor (18454)
Infantil (3772)
Infanto Juvenil (2687)
Letras de Música (5470)
Peça de Teatro (1316)
Poesias (138232)
Redação (2924)
Roteiro de Filme ou Novela (1055)
Teses / Monologos (2401)
Textos Jurídicos (1925)
Textos Religiosos/Sermões (4851)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->Extravio -- 07/07/2010 - 01:29 (MARIA CRISTINA DOBAL CAMPIGLIA) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos




Extravio



Como se fossem pedaços de espelho

encontro partes de mim mesma

meio espalhadas pelos cantos.

Ando perdendo meus lados

confusos

e esclarecidos

porque na verdade fazem parte

da mesma desordem.



Esse perder não é intacto:

encontros alternam-se quando os acho

e saio pela casa perguntando

( mas não pergunto em voz alta

apenas sussurro nos quartos)

para ver se me escuto e resgato

aquela linha que junta os pedaços.



Então apareço no extravio.

Meio cheia de pedaços

como se tivesse acabado

de um gole

com todo o vinho.

E tento pedir socorro às palavras

às que escreveram os outros

às que leio

às que escrevo.

Porque são como o sangue que passa

recolhendo-me

do vazio...

Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 1Exibido 167 vezesFale com o autor