Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
138 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57014 )
Cartas ( 21168)
Contos (12608)
Cordel (10073)
Crônicas (22188)
Discursos (3134)
Ensaios - (8996)
Erótico (13393)
Frases (43608)
Humor (18447)
Infantil (3772)
Infanto Juvenil (2676)
Letras de Música (5470)
Peça de Teatro (1316)
Poesias (138217)
Redação (2924)
Roteiro de Filme ou Novela (1055)
Teses / Monologos (2400)
Textos Jurídicos (1925)
Textos Religiosos/Sermões (4847)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->Linhas e Luzes -- 03/07/2010 - 19:54 (MARIA CRISTINA DOBAL CAMPIGLIA) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos


Linhas e luzes



Branco da reta no asfalto

altos

baixos:

vôos que dou

que refaço

quase com tudo nos braços.

Minha vontade de gente

minha secura de abraços

vou pela rua aos pedaços

mesmo feliz

como pássaro.



É que existir é um embalo.

Nada que possam matar

todas as partes que trago.

Fragmentos?

Aos montes.



Uns não tem nada de amenos

outros

meio abobalhados.

Quanto de mim eu refaço

neste cenário de asfalto?

Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 1Exibido 143 vezesFale com o autor