Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
92 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57115 )
Cartas ( 21170)
Contos (12598)
Cordel (10093)
Crônicas (22214)
Discursos (3137)
Ensaios - (9017)
Erótico (13404)
Frases (43773)
Humor (18491)
Infantil (3793)
Infanto Juvenil (2720)
Letras de Música (5470)
Peça de Teatro (1317)
Poesias (138321)
Redação (2926)
Roteiro de Filme ou Novela (1055)
Teses / Monologos (2401)
Textos Jurídicos (1925)
Textos Religiosos/Sermões (4894)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Cartas-->JESUS, O LOUCO, COMO A MAIORIA DOS GÊNIOS -- 05/11/2003 - 18:23 (ANTICRISTO) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos

Edson Marques, Gostei do seu texto “JESUS, O LOUCO”, o que me fez lembrar o psicólogo que afirma que a loucura e a genialidade compartilham um mesmo gene; daí os gênios terem quase sempre um pouquinho de loucura. Eu até escrevi “SE SEGUÍSSEMOS A FILOSOFIA DE JESUS”; também escrevi http://www.usinadeletras.com.br/exibelotexto.php?cod=26429&cat=Artigos" target="_blank">QUEM FOI JESUS?” e “”O TRISTE FIM DO FILHO DE MARIA, PARA FELICIDADE DE OUTROS”. Jesus parece ter sido mesmo um gênio, um corajoso maluco que lia os escritos dos profetas e acreditou ser aquele messias que eles diziam que haveria de vir e tentou livrar seu povo. Mas, como os romanos eram mesmo os donos do mundo da época, o bravo Jesus foi executado, como outros que também tiveram o mesmo plano. Todavia, os jesuítas ou cristãos, pregando a ressurreição de Jesus, conseguiram um dia tornar-se donos do mundo também, matar muita gente, etc., e mudaram o mundo. Hoje, bilhões de pessoas estão acreditando que Jesus voltará brevemente, e o mundo prossegue sua trajetória de incertezas. Estou aqui como observador; acredito que meus descendentes continuarão ouvindo os pregadores do fim do mundo, e talvez um dia um meteoro venha a acabar com todo esse longo resultado evolutivo; ou, na melhor das hipóteses, os cientistas consigam livrar o mundo de uma catástrofe astronômica, mas um dia, daqui a milhões ou bilhões de anos, até o nosso Sol terá que se acabar. Parece muito difícil essa explosão demográfica sobreviver por vários séculos; mas o homem é muito criativo. Não podemos prever que a humanidade se acabe muito rapidamente. Penso até que um dia o mundo inteiro entenda que todas essas divindades que o homem criou não passam de um “”COMPLEXO UNIVERSO IMAGINÁRIO”; mas isso pode ir ainda bem longe.
Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui