Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
105 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57023 )
Cartas ( 21168)
Contos (12612)
Cordel (10075)
Crônicas (22188)
Discursos (3134)
Ensaios - (8996)
Erótico (13394)
Frases (43615)
Humor (18448)
Infantil (3772)
Infanto Juvenil (2679)
Letras de Música (5470)
Peça de Teatro (1316)
Poesias (138224)
Redação (2924)
Roteiro de Filme ou Novela (1055)
Teses / Monologos (2400)
Textos Jurídicos (1925)
Textos Religiosos/Sermões (4848)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->Deixar pra lá -- 03/06/2010 - 10:36 (MARIA CRISTINA DOBAL CAMPIGLIA) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos


Deixar pra lá.



A linguagem pensada das minhas entranhas

acarreta vários sonhos

deixando-os pendurados

para comer depois.



Ficam entrelaçados como cacos

em vidros perigosos de manusear.

Receitas?

Não adiantam, não contam.

Tudo do lado de dentro

responde somente ao lamento

mas dá conta de resistir

à vontade de desistir.

A desistência não está entre os sub itens.



Gavetas, caixas e botões, lapelas.

Tudo demonstra espaços

onde posso me enfiar.

Esconderijos, fraturas e tudo aquilo que dói

terá sempre

um lugar.

A desistência no entanto é um tipo estranho

de paz.

Quero a estridente expansão.

E gosto de fruta podre a gente cospe

e vai lá.

Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 1Exibido 166 vezesFale com o autor