Usina de Letras
                                                                         
Usina de Letras
226 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 59120 )

Cartas ( 21236)

Contos (13110)

Cordel (10292)

Crônicas (22195)

Discursos (3164)

Ensaios - (9437)

Erótico (13481)

Frases (46507)

Humor (19274)

Infantil (4457)

Infanto Juvenil (3722)

Letras de Música (5478)

Peça de Teatro (1337)

Poesias (138224)

Redação (3054)

Roteiro de Filme ou Novela (1060)

Teses / Monologos (2427)

Textos Jurídicos (1945)

Textos Religiosos/Sermões (5522)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Contos-->A Resposta de Deus (Reflexão) -- 22/03/2009 - 15:05 (Elias Torres) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
. A resposta de Deus
Texto: Elias Torres
Senhor, porque tu não me destes o dom de tocar instrumentos musicais? Eu adoro ouvir as pessoas tocando-os. – Por que você iria tornar-se um boêmio e nunca tocaria um louvor para mim, pois os que tocam sempre estão cantando um novo cântico para mim.
Senhor, porque não me tornastes um milionário? – Por que eu conhecendo teu coração não demoraria muito você viraria um grande terrorista e iria fazer justiça com as próprias mãos.
Senhor, porque não me tornastes um empresário? – Para que? Para ser um explorador da mão de obra barata, atrasar os pagamentos e sonegar os impostos.
Senhor! Nem mesmo um atleta? – Tu não agüentarias a pressão, serias arrogante e não teria gratidão pela fama.
Mas Pai, quem sabe eu poderia então, ser um bom político? – Essa é muito boa! Você só aprovaria projetos que favorecessem os poderosos, proporia leis para prejudicar os pobres e seria um corrupto, como a maioria que está aí, e vão ter que acertar as contas comigo no juízo final.
Meu Deus! Um médico talvez? – Apesar do juramento de Hipócrates já estar ultrapassado você não iria cumprir os juramentos e nem iria olhar para os olhos de seus pacientes.
Meu filho, em tudo isso que me pedistes nunca vi nenhum esforço de tua parte, pois para realizar esses sonhos eu dou talentos para todos, mas infelizmente muitos enterram e uma minoria esforça-se para ser e ter. Eu faço raiar o sol tanto para os maus como para os bons e derramo chuva sobre justos e injustos.
Meu filho, quando você quer uma transformação de vida, de dentro para fora, eu consigo trabalhar em tua vida, pois agindo assim deixastes a tua porta aberta para que eu posso entrar, e sair, a qualquer momento. Você pode ser o que quiser. Para ser abençoado tenho que governar tua vida tens que fazer tudo o que me agrada e todas as coisas serão lhe acrescentadas.
Meu filho, você ainda me questionou, e quantos que nem isso fazem.

Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui