Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
96 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57005 )
Cartas ( 21168)
Contos (12596)
Cordel (10072)
Crônicas (22187)
Discursos (3134)
Ensaios - (8995)
Erótico (13393)
Frases (43601)
Humor (18446)
Infantil (3771)
Infanto Juvenil (2671)
Letras de Música (5469)
Peça de Teatro (1316)
Poesias (138212)
Redação (2924)
Roteiro de Filme ou Novela (1054)
Teses / Monologos (2400)
Textos Jurídicos (1925)
Textos Religiosos/Sermões (4847)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->Passagem para a Praça -- 27/05/2010 - 22:32 (MARIA CRISTINA DOBAL CAMPIGLIA) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos


Passagem da Praça



Havia uma lua passageira sobre as cabeças.



Uma poça brilhante como entrada

para o centro da Terra

e muitos olhares difusos

com música brega

na praça de areia.



Ela em sapatos cor de rosa com salto esguio

e ele, chapéu de aba

com ares de gigolô a pegava pela cintura.



De repente um lagarto zig- zagueante atravessou

perto da vala

e a sua intimidade com a rua

velha

e delirante

assustaram a menina.



Por algo que não sabemos

e que nada tem a ver com o lagarto

a briga começou entre os dois.



O homem afastou-se

arrogante.

Poderoso.



E ela, tirando um dos sapatos

correu até ele,

tirou o outro

e os jogou pelas costas do homem.

Correu então em sentido contrário,

sob o olhar espantado

e paralisado

do velho,

correu descalça

sabe-se lá para onde.

A praça toda havia parado.

Desde então, o homem senta-se à noite

todas as noites

no mesmo banco

sob a lua que brilha

agora

gigante... às vezes chora baixinho.



E nunca mais ele a viu.

Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 1Exibido 160 vezesFale com o autor