Usina de Letras
Usina de Letras
33 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 59271 )

Cartas ( 21241)

Contos (13147)

Cordel (10297)

Crônicas (22219)

Discursos (3164)

Ensaios - (9463)

Erótico (13486)

Frases (46709)

Humor (19312)

Infantil (4487)

Infanto Juvenil (3784)

Letras de Música (5484)

Peça de Teatro (1337)

Poesias (138414)

Redação (3059)

Roteiro de Filme ou Novela (1060)

Teses / Monologos (2427)

Textos Jurídicos (1945)

Textos Religiosos/Sermões (5563)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->À TOA -- 13/04/2010 - 18:37 (benedito morais de carvalho(benê)) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos


Estou à toa

sou à-toa

numa boa

sem meias verdades

grandes mentiras

na minha surrada lee

odeio calça vincada

palavra empenhada

sou bicho rebelde

das causas perdidas

vadiando nas praças

mijando nos becos

sem passado

sem saida

sem futuro

a cara no muro

caçador solitário

achacando meretrizes

nos prostibulos do cais

tuberculosas

coxas flácidas

viciadas, cansadas

sucumbo ante o destino


Comentarios
O que você achou deste texto?     Nome:     Mail:    
Comente: 
Perfil do AutorSeguidores: 49Exibido 225 vezesFale com o autor