Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
89 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57395 )
Cartas ( 21182)
Contos (12616)
Cordel (10141)
Crônicas (22260)
Discursos (3139)
Ensaios - (9065)
Erótico (13414)
Frases (44153)
Humor (18595)
Infantil (3853)
Infanto Juvenil (2804)
Letras de Música (5476)
Peça de Teatro (1320)
Poesias (138563)
Redação (2942)
Roteiro de Filme ou Novela (1055)
Teses / Monologos (2409)
Textos Jurídicos (1926)
Textos Religiosos/Sermões (4945)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Contos-->Charles vive! -Parte do Livro Conto e Reconto -- 24/02/2009 - 20:56 (Marcelo de Oliveira Souza,IWA Instagram:marceloescritor) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Charles vive


Ainda me lembro como se fosse ontem quando Charles veio ao mundo, em meio a essa grande festividade popular que é o carnaval, as pessoas tomando a rua, quase impedindo a passagem do carro, só mudaram de idéia quando viam que minha mãe tinha no colo uma criança recém nascida.
Todos empolgados com o a sua primeira entrada ao lar, minha tia ainda acendeu todas luzes da casa para recepcioná-lo, todos queriam carregá-lo, aquele menino quase some seio da família.
Ele era uma criança muito ativa, gostava de se vestir como super-herói, adorava os desenhos de “He-man” e o “Gato-guerreiro”, quando nos mudamos então, foi uma verdadeira festa, quantas novidades para aquela cabecinha.
Certo dia arranjou um amiguinho chamado Júnior e a partir daí não se desgrudaram mais, todos dois tinham uma indumentária de policial, saiam pelo playground e imediações do prédio com suas espadas na mão procurando um desavisado para receber as espadadas...
Itaparica foi muito importante para a infância de todos da minha família, inclusive para ele, no entanto ela deixou uma mácula em mim e em meus familiares, pois foi ali que ele começou a passar mal, com uma febre que não cessava de maneira nenhuma, até que resolvemos voltar de viagem e foi feita uma bateria de exames na criança para descobrir o motivo desse sintoma.
No dia que meus pais pegaram o resultado e descobriram que meu querido irmão tinha leucemia uma grande tristeza se instalou na minha residência, pois nunca tinha conhecido alguém perto de mim, que tivesse uma doença tão grave como essa, muito menos na possibilidade de uma criança tão corada e bonita vir a óbito.
O tratamento começou imediatamente, um verdadeiro sofrimento na quimioterapia e na radioterapia, principalmente quando começaram a cair os seus cabelos; os vômitos por causa da medicação; as terríveis agulhadas que investiam contra o seu corpo e principalmente aquele exame na medula espinhal.
A doença foi se agravando, tinha noites que ele passava o tempo todo urrando de dor ao respirar e não havia nada nem ninguém que fizesse parar com todo aquele sofrimento.
O tratamento alimentava o sonho de termos o meu irmão de volta, pois nada era como antes, cada dia era um sofrimento, mesmo quando ela apresentava alguma melhora e começava brincar com os amiguinhos, a esperança era uma clava de sofrimento, que a qualquer momento podia nos nocautear com aquela terrível realidade.
Num dia desses, durante o almoço, minha mãe preparou o seu prato predileto, que era bife com batata frita, a sua alegria era tamanha, diante de tão pouco, contudo ele começou a sangrar junto com o alimento e foi às pressas para o hospital.
Dali ele seguiu para uma outra instituição que se achava mais capacitada para resolver doenças desse tipo, ele foi colocado para receber plaquetas, ficou sentadinho como um herói, sentindo toda aquela dor, olhando para mim, pedindo a minha companhia, pois somente se sentia seguro assim.
O Restante do conto somente adquirindo o livro de contos:
Conto & Reconto
Pedidos tel 71-81553677
R$ 20,00 entrega pelos correios para o Brasil
O Equivalente a 15,00 dólares em sua moeda para todo nosso mundo!
e-mail marceloosouzasom@hotmail.com
Marcelo de Oliveira Souza
24.02.2009
Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui