Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
86 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57055 )
Cartas ( 21170)
Contos (12597)
Cordel (10080)
Crônicas (22199)
Discursos (3134)
Ensaios - (9003)
Erótico (13395)
Frases (43648)
Humor (18456)
Infantil (3773)
Infanto Juvenil (2688)
Letras de Música (5470)
Peça de Teatro (1317)
Poesias (138244)
Redação (2924)
Roteiro de Filme ou Novela (1055)
Teses / Monologos (2401)
Textos Jurídicos (1925)
Textos Religiosos/Sermões (4854)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->Relógio Metropolitano -- 26/01/2010 - 23:15 (MARIA CRISTINA DOBAL CAMPIGLIA) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Relógio METROPOLITANO



Viajar entre as sensações

de tempo curto e terreno

limites, dias,

aguaceiro...

Antenas de pouca vida

que enfeitam tetos ligeiros

e rostos

painéis

alguns medos:

tudo compõe metrópole

cheia de ansiosos vultos

(uns de pessoas vivas

outros de quase mortos)

e eu esquivando

relógios

para estender o alcance:

sou um ponto de gente

tão semelhante e pronto...

Vago como concreto

eu; que deliro e sonho.

Sou como tu –que apostas-

arte de ser sem cópias.



Neste cimento vivo

somos : raízes postas

quase como pessoas

muros

ponteiros

corda...







Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 1Exibido 143 vezesFale com o autor