Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
89 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57025 )
Cartas ( 21168)
Contos (12613)
Cordel (10075)
Crônicas (22190)
Discursos (3134)
Ensaios - (8996)
Erótico (13394)
Frases (43619)
Humor (18448)
Infantil (3772)
Infanto Juvenil (2680)
Letras de Música (5470)
Peça de Teatro (1316)
Poesias (138222)
Redação (2924)
Roteiro de Filme ou Novela (1055)
Teses / Monologos (2400)
Textos Jurídicos (1925)
Textos Religiosos/Sermões (4849)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Cartas-->POR QUE COMBATEMOS TANTO O TABAGISMO -- 31/10/2003 - 19:46 (JOÃO DE FREITAS) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos

SAIBA POR QUE COMBATEMOS TANTO O TABAGISMO

Nós antitabagista fazemos um benefício à humanidade. Mas não é simplesmente por altruísmo, até por egoísmo mesmo o fazemos. Pois quanto menor o número de fumantes, melhor para todos nós.

É verdade que queremos fazer o bem a toda a humanidade. Mas, em primeiro lugar, procuramos fazê-lo a nós mesmos. Uma vez que droga fumada prejudica a todos que ficam nas proximidades, quanto menos pessoas fumarem será melhor para nós que não fumamos. Drogas usadas de outras formas só atingem quem as usam; mas as fumadas fazem mal aos outros; razão maior de combatermo-las com mais esforços.

Mas, além disso, a ONU tem o tabagismo como “a maior causa de mortes do planeta”, o que é uma outra razão para concentrarmos esforços na luta contra o vício.

Verificando em meus escritos antigos, como o livro “LIVRE-SE DO CIGARRO” e o “DROGAS, VOCÊ DECIDE”, reuni alguns textos aqui sobre a gravidade do tabagismo até para os que não fumam.

“O TABAGISMO constitui-se em sério problema de saúde, porque, comprovadamente, afeta a saúde dos fumantes, bem como das pessoas que com eles convivem em ambientes poluídos pela fumaça do fumo...

Os fumantes, quando comparados aos que nunca fumaram têm risco de 100% a 800% mais de contrair infecções respiratórias bacterianas, viróticas agudas e crônicas, câncer de boca, laringe, esôfago, pâncreas, rim e bexiga, doenças circulatórias como aneurisma da aorta e distúrbios em vários órgãos” (Ely Marcus Joviano Santos, Diga Não às Drogas, pág. 22).

"... num informe do Hospital Infantil de Toronto (Canadá): foram encontrados resíduos de nicotina e cotinina em fios de cabelos de 23 bebês cujas mães não consumiram tabaco, mas respiraram a fumaça dos maridos ou colegas de trabalho, durante a gravidez. Os bebezões só tinham entre 1 e 3 dias de nascidos, quando tiraram um bocadinho do cabelo deles. As mães aspiraram uma fumaça que não era delas e a nicotina chegou até a pontinha dos cabelos dos filhos que ainda estavam dentro da barriga (Dr. Jorge Alexandre Sandes Milagres, http://www.cigarro.med.br/).

Por ser um vício tão danoso, diminui também as chances de emprego. Há doze anos, já noticiavam as revistas:

"Do ponto de vista profissional, empresas do Primeiro Mundo têm adotado critérios de admissão que consideram o profissional fumante como de maior risco potencial para o desenvolvimento de doenças." (Desfile, dezembro de 1991, pág. 111).

“Um empregado fumante pode custar à empresa, anualmente, 5 000 dólares mais do que um não-fumante. O cálculo, da American Lung Association (Associação Americana do Pulmão), é baseado nos custos médicos provocados pelo uso do cigarro e nas faltas ao trabalho relacionadas a doenças decorrentes do vício." (Cláudia, outubro/96, pág. 285).

Agora, aqui também, o fumante já está virando candidato de segunda em muitas empresas.

As empresas contratadoras de serviços atualmente têm quase sempre no seu questionário a pergunta se o candidato é fumante ou não-fumante. Para que isso? Será curiosidade? A realidade é que a maioria das empresas preferem as pessoas que não fumam, por várias razões, entre elas as acima citada.

Há poucos anos, uma empresa foi condenada a pagar uma indenização a um trabalhador que teve doença relacionada ao tabaco por respirar fumaça de cigarros dos seus colegas. Assim, cada fumante é um problema a mais para a empresa. Inferniza o ambiente de trabalho dos demais empregados e pode trazer para a empresa conseqüências desagradáveis, como pagar pelos danos causados.

Para ver mais sobre a gravidade do vício, recomendo a leitura de
OS EFEITOS DO CIGARRO EM CADA CANTINHO DO SEU CORPO

Ver mais DROGAS



Se você quiser receber um aviso cada vez que este autor publicar novo texto, basta clicar AQUI e enviar.

Não use esse link que aparece acima do texto e depois do link do currículo;
Porque esse serviço agora está funcionando só para assinantes.
Utilizando o meu, eu lhe enviarei pessoalmente o aviso
.
Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui