Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
108 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 58134 )
Cartas ( 21211)
Contos (12852)
Cordel (10239)
Crônicas (22080)
Discursos (3147)
Ensaios - (9225)
Erótico (13452)
Frases (45278)
Humor (18934)
Infantil (4153)
Infanto Juvenil (3229)
Letras de Música (5505)
Peça de Teatro (1328)
Poesias (138695)
Redação (2995)
Roteiro de Filme ou Novela (1058)
Teses / Monologos (2417)
Textos Jurídicos (1934)
Textos Religiosos/Sermões (5248)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->NOME PRÓPRIO -- 30/07/2009 - 21:52 (ALFREDO ROSSETTI) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Preciso me rotular.

Mais que depressa,

quero me rotular.

Preciso de uma face,

uma figura, um nome.

Desses de nome,

apelido ou fobia

que se integram

na boca dos coveiros.



Quero escolher

como se escolhe

alfaces, rúculas

e agriões nas bancas

da feira de terça,

ao grito do feirante

que escracha.



Quero ser o apenas,

o sozinho, que

não se perde, se acha.



Assim, serei desta noite

em diante e doravante,

comprado por quilo,

marca de refrigerante.



Xarope de açúcar,

água insalubre

e fel: o poeta

disto ou daquilo.





www.alfredorossetti.com
Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui