Usina de Letras
Usina de Letras
17 usuários online

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 61958 )

Cartas ( 21333)

Contos (13252)

Cordel (10444)

Cronicas (22531)

Discursos (3235)

Ensaios - (10261)

Erótico (13560)

Frases (50368)

Humor (19994)

Infantil (5390)

Infanto Juvenil (4724)

Letras de Música (5465)

Peça de Teatro (1375)

Poesias (140716)

Redação (3290)

Roteiro de Filme ou Novela (1062)

Teses / Monologos (2435)

Textos Jurídicos (1956)

Textos Religiosos/Sermões (6141)

LEGENDAS

( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )

( ! )- Texto com Comentários

 

Nota Legal

Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Poesias-->Corações Acanhadinhos -- 22/07/2009 - 05:24 (Alzira Chagas Carpigiani) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos
Venha cá

Sente-se aqui

Tanto silêncio pra quê?

Você não é sacerdote,

E eu não sou a Monalisa...

Um dedo de prosa

Um café recém-coado

Uma vista d’olhos pras estrelas

Porque elas estão lá...

Ainda continuam lá...

Brilhando, brilhando,

Como os nossos olhos...

Amorzinho bobo

de crianças grandes.

Quem faz isso com a gente, hein?

Esse atraso todo, meu Deus!

Timidez – mal dos calados.



(SP – 13/06/2008)

Comentarios
O que você achou deste texto?     Nome:     Mail:    
Comente: 
Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui