Usina de Letras
Usina de Letras
17 usuários online

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 62153 )

Cartas ( 21334)

Contos (13260)

Cordel (10448)

Cronicas (22529)

Discursos (3238)

Ensaios - (10339)

Erótico (13567)

Frases (50555)

Humor (20023)

Infantil (5418)

Infanto Juvenil (4750)

Letras de Música (5465)

Peça de Teatro (1376)

Poesias (140788)

Redação (3301)

Roteiro de Filme ou Novela (1062)

Teses / Monologos (2435)

Textos Jurídicos (1958)

Textos Religiosos/Sermões (6177)

LEGENDAS

( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )

( ! )- Texto com Comentários

 

Nota Legal

Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Poesias-->GUEIXA CARIOCA -- 22/04/2009 - 10:59 (Anita de Souza Coutinho) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos


GUEIXA CARIOCA



Venta frio no meu calor de gueixa carioca

O mensageiro dos ventos toca

Não traz nem nas mangas Mensagem pra mim.

Ninguém me diz nada.

Não há mais o que ser dito

E escrevo mais um pouco

Usando palavras que só repito tudo o que já foi dito

e não gosto deste tango aflito.

Quero mais roteiro e cama.

Quero mais sinceridade.

Não queria saber de nenhuma verdade,

São ácidas!

Tudo dói... Ao redor nada me diz nada

Culpa do desuso;

Culpa do acaso.

Culpa do frio pousado no calor do meu Rio;

Culpa dos astros

Culpa do atraso.

Sou pessoa naturalmente impaciente

e atualmente conquistável,

fácil de hipnotizar que dá até pena.

Venta em mim,

não me incomoda

na verdade... não é nada;

nem diz nada pra mim

nem traz mensagem dizendo sim.

Faz frio no meu calor

meu receio aumenta com esse assobio

não deixo de escrever

desisto de esperar

componho novo personagem:

A gata no cio

Aprendendo a miar.







Anita de S. Coutinho

Comentarios
O que você achou deste texto?     Nome:     Mail:    
Comente: 
Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui