Usina de Letras
Usina de Letras
15 usuários online

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 62153 )

Cartas ( 21334)

Contos (13260)

Cordel (10448)

Cronicas (22529)

Discursos (3238)

Ensaios - (10339)

Erótico (13567)

Frases (50555)

Humor (20023)

Infantil (5418)

Infanto Juvenil (4750)

Letras de Música (5465)

Peça de Teatro (1376)

Poesias (140788)

Redação (3301)

Roteiro de Filme ou Novela (1062)

Teses / Monologos (2435)

Textos Jurídicos (1958)

Textos Religiosos/Sermões (6177)

LEGENDAS

( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )

( ! )- Texto com Comentários

 

Nota Legal

Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Poesias-->RUAS -- 22/04/2009 - 10:56 (Anita de Souza Coutinho) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos


RUAS



Tenho me surpreendido

andando pelas ruas de minha calorenta cidade

como se fosse outra cidade.

Ruas não como as já andadas

Ruas de outro bairro,

cidades trocadas

idéias velhas

novamente interpretadas;



Ando pelas calçadas

Como se não pisasse em nada

Como se fosse a calçada

da tua casa,

da outra cidade;



Ando como quem perde tempo

ou esmeraldas

Gastando meu veneno

Pêssegos sem calda

Pelas ruas da cidade

como se fosse outra

Pelas calçadas

como se fossem outras

no teu bairro

teu caminho

calçada da tua casa.



Transfiro os mapas

Erro de rua

Transpiro

Paira inspiração

pura

só, entre aspas,

brota do chão

que não é chão

é rua de vento





É uma vontade-brisa



É outra cidade

outro bairro

outro desejo

outro momento

outra parada

outra estação

Longe, muito longe

minha cidade, minha rua

meu CEP e minha asa

podada

Tudo longe,

Muito longe

Longe da tua casa.





Anita de S. Coutinho

Comentarios
O que você achou deste texto?     Nome:     Mail:    
Comente: 
Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui