Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
72 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57100 )
Cartas ( 21170)
Contos (12597)
Cordel (10092)
Crônicas (22211)
Discursos (3136)
Ensaios - (9014)
Erótico (13402)
Frases (43747)
Humor (18482)
Infantil (3789)
Infanto Juvenil (2713)
Letras de Música (5470)
Peça de Teatro (1317)
Poesias (138311)
Redação (2926)
Roteiro de Filme ou Novela (1055)
Teses / Monologos (2401)
Textos Jurídicos (1925)
Textos Religiosos/Sermões (4889)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->Incerteza -- 21/04/2009 - 00:02 (MARIA CRISTINA DOBAL CAMPIGLIA) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos


INCERTEZA



Deixo meus perfumes pendurados

só para dizer que estou aqui:

vejo do teu brilho estrelas loucas

(essas que deixaste para mim).

Quando acertarei como um cometa

nessa tua janela de festin?

E também dormir um pouco ao lado

ou sair de noite por aí...

Quero essa incerteza que me abraça

quase em olhos teus -

ou meus, por ti.
Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 1Exibido 304 vezesFale com o autor