Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
129 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57768 )
Cartas ( 21192)
Contos (12690)
Cordel (10207)
Crônicas (22323)
Discursos (3143)
Ensaios - (9126)
Erótico (13427)
Frases (44580)
Humor (18707)
Infantil (3974)
Infanto Juvenil (2913)
Letras de Música (5481)
Peça de Teatro (1321)
Poesias (138416)
Redação (2956)
Roteiro de Filme ou Novela (1056)
Teses / Monologos (2413)
Textos Jurídicos (1930)
Textos Religiosos/Sermões (5043)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->Fim -- 24/01/2009 - 21:40 (MARIA CRISTINA DOBAL CAMPIGLIA) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos




Fim



Como ensaio.

Tentativas e rascunhos

marcados para viver

até que o fim nos separe.

O que é fim?

É uma parede austera

sem desejo e sem beijo.

Sem janelas para te dar

tudo que há

do lado de dentro.

Sem portas para que entres

sem precisar de chave,

sem buracos no corpo

que esperem

tua invasão.



Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 1Exibido 386 vezesFale com o autor