Usina de Letras
                                                                         
Usina de Letras
185 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 59060 )

Cartas ( 21235)

Contos (13083)

Cordel (10287)

Crônicas (22190)

Discursos (3163)

Ensaios - (9412)

Erótico (13484)

Frases (46422)

Humor (19255)

Infantil (4425)

Infanto Juvenil (3684)

Letras de Música (5476)

Peça de Teatro (1336)

Poesias (138173)

Redação (3049)

Roteiro de Filme ou Novela (1060)

Teses / Monologos (2427)

Textos Jurídicos (1945)

Textos Religiosos/Sermões (5503)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->ACLIVES E DECLIVES -- 06/12/2008 - 18:25 (Andarilho) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Número do Registro de Direito Autoral:131438349674886500




ACLIVES E DECLIVES

Silva Filho







Se não falha a memória do soneto

Com um beijo começou nosso romance

Logo ali, naquela praça... no coreto

No pescoço... não perdi aquela chance.



O teu corpo persuadido... eriçado

Convidava minhas mãos a um passeio

Por aclives e declives... fui notado

Qual criança envolvida em recreio.



Tudo aquilo foi um simples estopim

Eclodindo muito amor por um jardim

Que pensamos traduzir um mar de rosas.



Outros beijos foram bem compartilhados

Muitos planos regiamente concertados

Até quando emergiu um mar de prosas.



/aasf/





Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 1Exibido 369 vezesFale com o autor