Usina de Letras
                                                                         
Usina de Letras
110 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 59061 )

Cartas ( 21235)

Contos (13084)

Cordel (10287)

Crônicas (22192)

Discursos (3163)

Ensaios - (9412)

Erótico (13484)

Frases (46425)

Humor (19256)

Infantil (4428)

Infanto Juvenil (3686)

Letras de Música (5476)

Peça de Teatro (1336)

Poesias (138178)

Redação (3049)

Roteiro de Filme ou Novela (1060)

Teses / Monologos (2427)

Textos Jurídicos (1945)

Textos Religiosos/Sermões (5503)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->JOGO DE DAMAS -- 19/11/2008 - 08:34 (Andarilho) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Número do Registro de Direito Autoral:131151911366255600


JOGO DE DAMAS

Silva Filho





A noite, embriagada, quer o leito

Procelas se despedem da orgia

Somente mais um drinque lava o peito

De tudo que restou da fantasia.



Metáforas mergulhadas em ressacas

Desejos não sucumbem na porfia

Pra muitos corações não há barracas

Pra muitas tentações... só utopia.



Que venham outros planos e programas

Enigmas dentro do ‘Jogo de Damas’

Buscando a razão por outra via.



Os sonhos permanecem acordados

Amantes inda querem ser amados

E os versos inda querem poesia.



/aasf/







Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 1Exibido 334 vezesFale com o autor