Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
42 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57091 )
Cartas ( 21170)
Contos (12604)
Cordel (10090)
Crônicas (22210)
Discursos (3136)
Ensaios - (9013)
Erótico (13401)
Frases (43733)
Humor (18475)
Infantil (3786)
Infanto Juvenil (2710)
Letras de Música (5470)
Peça de Teatro (1317)
Poesias (138299)
Redação (2926)
Roteiro de Filme ou Novela (1055)
Teses / Monologos (2401)
Textos Jurídicos (1925)
Textos Religiosos/Sermões (4885)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Cartas-->NÃO HOUVE PERDÃO NO YON KIPUR -- 05/10/2003 - 07:49 (ANTICRISTO) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos

“JERUSALÉM, 4 out (AFP) - Pelo menos 19 pessoas morreram, entre elas cinco crianças, e 50 ficaram feridas neste sábado, às vésperas do Yom Kippur, o Dia do Perdão judeu, num ataque suicida contra um restaurante movimentado da cidade de Haifa (norte de Israel), segundo números confirmados pela polícia israelense. O restaurante Maxim, onde foi registrado o ato, ficou destruído. O estabelecimento pertence a duas famílias: uma árabe e outra judia. Vários árabes-israelenses morreram no ataque” (Último segundo, 4/10/2003). “GAZA, 5 out (AFP) - Helicópteros de combate israelenses lançaram um ataque na madrugada de domingo contra um alvo indeterminado no campo de refugiados de Al Bureij (centro da Faixa de Gaza) depois de uma outra incursão na cidade de Gaza, indicaram fontes palestinas da segurança. Dois mísseis foram disparados e algumas explosões foram escutadas na cidade. Logo depois, o campo ficou sem luz, acrescentaram as fontes, sem falar em feridos. Pouco antes, helicópteros de combate lançaram um ataque na cidade de Gaza, onde também houve explosões. A casa alvo deste ataque, perto do escritório da presidência palestina, estava vazia na hora, informaram. Algumas pessoas sofreram ferimentos leves causados por estilhaços das vidraças que quebraram em função das explosões. O ataque foi registrado horas depois do atentado suicida cometido neste sábado em Haifa (norte de Israel) que deixou 19 mortos, entre eles cinco crianças, além do autor. O atentado foi assumido pela Jihad Islâmica palestina” (Último Segundo, 5/10/2003).

Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui