Usina de Letras
                                                                         
Usina de Letras
42 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 59136 )

Cartas ( 21236)

Contos (13103)

Cordel (10292)

Crônicas (22196)

Discursos (3164)

Ensaios - (9439)

Erótico (13481)

Frases (46519)

Humor (19281)

Infantil (4461)

Infanto Juvenil (3729)

Letras de Música (5479)

Peça de Teatro (1337)

Poesias (138237)

Redação (3054)

Roteiro de Filme ou Novela (1060)

Teses / Monologos (2427)

Textos Jurídicos (1945)

Textos Religiosos/Sermões (5525)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Crônicas-->Testemunho de uma devoção, de Michel Pinheiro -- 08/02/2005 - 09:05 (Michel Pinheiro) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
.


Testemunho de uma devoção


Michel Pinheiro, em 8 de fevereiro de 2005.



Tem-se por sagrado o exercício da maternidade. As tarefas se mostram pesarosas, mas dão indescritível e enigmático prazer. A natureza deu inexplicável sensibilidade às mulheres para que desempenhassem diversas funções ao mesmo tempo – verdadeiras divindades. Espanta a forma de como conseguem ser profissionais, de como gerem as tarefas de casa, de como atuam como mães - a mais delicada, por certo, e de como são, ainda, esposas, em seus diversos sentidos. Pedindo permissão para falar de um perfil que se enquadra em respeitável maioria das mães brasileiras, vejo um exemplo notável. Ela é a última de prole numerosa de treze rebentos - dos quais três ausentes dado o pouco tempo de luz. Sua personalidade revelou, desde cedo, formação com valores religiosos e morais rígidos, capazes de torná-la como é hoje, em padrão de comportamento quase sectário. Na profissão procura adotar regras de experiência baseadas nos conceitos colhidos em sua existência, sempre permeando o bom senso. Suas decisões sempre são tomadas considerando a possibilidade de serem implementadas, vetor também extensivo às tarefas corriqueiras do lar. O máximo de prudência é tônica certa em seu comportamento. É exemplo de mulher admirável, portanto. A mais elaborada função que exerce é a materna. Com duas crias cuidadas com excelência – um casalzinho lindo, ela apresenta-se como o modelo de mãe almejado por qualquer filho que quer ter futuro. Zela pela aparência das crianças, por sua saúde física e mental – busca sempre deitar sua atenção em detalhes do comportamento deles. Impressiona o cuidado com a administração dos medicamentos aos pequenos. E consegue conviver com outros motivos de preocupação: os estudos dos meninos, pois procura não poupar na educação formal; a segurança deles, buscando sempre recomendar incansavelmente qualquer um que queira assumir uma tarefa periférica cotidiana. Os filhos são, assim, a prioridade das prioridades. As atenções, quase em sua totalidade, são voltadas para eles, coisa que ela faz com muito prazer - e faz muito bem. Mas o dia não tem muitas horas e ela sabe disto. A última função não terá comentários agora. Não agora...




Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui