Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
235 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 58157 )
Cartas ( 21211)
Contos (12857)
Cordel (10239)
Crônicas (22094)
Discursos (3147)
Ensaios - (9228)
Erótico (13452)
Frases (45304)
Humor (18938)
Infantil (4161)
Infanto Juvenil (3234)
Letras de Música (5506)
Peça de Teatro (1328)
Poesias (138720)
Redação (2996)
Roteiro de Filme ou Novela (1058)
Teses / Monologos (2418)
Textos Jurídicos (1934)
Textos Religiosos/Sermões (5252)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Cordel-->Despedida de Portel (PA) -- 04/08/2020 - 22:34 (TARCISO COELHO) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos

Despedida de Portel (PA)

 

Vou embora de novo

Para o querido Ceará

Lugar em que nasci

Mas pouco morei lá

Se saudades eu senti

Fico feliz ao retornar

 

 

Vou para beira do mar

Lugar mais lindo dalí

Onde o Jaguaribe emboca

Nas praias do Aracati

Lá viverei a saudade

Que sempre terei daqui

 

 

Ao Pará que me acolheu

Deixo o agradecimento

Por tudo que aqui tive

Que não terá esquecimento

Principalmente da beleza

Como vivi cada momento

 

 

Pessoas que me são caras

De mim se despedindo

Sem ter motivo pra choro

E todo mundo sorrindo

Pois se agora me vou

É porque tem alguém vindo

 

 

A Conceição minha Gerente

Digo o meu muito obrigado

Pelo reconhecimento

Do trabalho abnegado

Pois você muito contribuiu

Para o momento chegado

 

 

A todos os meus colegas

Presentes aqui ou não

Deixo o meu grande abraço

E um forte aperto de mão

Para que fique a certeza

Que vão em meu coração

 

 

Diléia, Leandro e Márcio

Vívia, Alex e Marco Antônio

Rosana, Joquebede e Caroline

Cada um busque o seu sonho

E pra reverem o amigo

Lá no Ceará me ponho

 

 

Alam, Dinaldo e Júnior

Nicinha e Teixeira

Sejam sempre felizes

No trabalho e brincadeira

Não importando o dia

Se segunda ou sexta-feira

 

 

Ivone amada minha

De mim a outra metade

Obrigado pelo carinho

E sua imensa bondade

Por isso tê-la comigo

É minha maior vontade

 

 

Assim me despedindo

Foi chegada minha hora

Pra todos chega o seu dia

Cedo ou tarde vai embora

Vou feliz pro Ceará

A minha hora é agora.

 

 

Portel, (PA), 25.08.2012

 

Tarciso Coelho

Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 3Exibido 37 vezesFale com o autor