Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
93 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57055 )
Cartas ( 21170)
Contos (12597)
Cordel (10080)
Crônicas (22199)
Discursos (3134)
Ensaios - (9003)
Erótico (13395)
Frases (43648)
Humor (18456)
Infantil (3773)
Infanto Juvenil (2688)
Letras de Música (5470)
Peça de Teatro (1317)
Poesias (138244)
Redação (2924)
Roteiro de Filme ou Novela (1055)
Teses / Monologos (2401)
Textos Jurídicos (1925)
Textos Religiosos/Sermões (4854)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->COISAS -- 01/06/2008 - 13:25 (MARIA CRISTINA DOBAL CAMPIGLIA) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
COISAS



Concretas coisas

sugam meus sentidos arredios.

Passo

pelo meio das entranhas deslocadas

deste mundo organizado.

Penso que é de noite que enlouqueço

porque espero

o que não tenho.

E acredito em persistência

como fio de navalha

que se estende.





Entre objetos malcriados

que confirmam sua matéria

busco um pouco desse alento

que se veste de universo.

cercania que anuncia

teus silêncios

como cheiro: venha então

como uma lua

que hipnotiza

sem receio.

Quero a ti, amor inteiro.

Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 1Exibido 321 vezesFale com o autor