Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
107 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57094 )
Cartas ( 21170)
Contos (12595)
Cordel (10090)
Crônicas (22210)
Discursos (3136)
Ensaios - (9014)
Erótico (13401)
Frases (43740)
Humor (18478)
Infantil (3788)
Infanto Juvenil (2712)
Letras de Música (5470)
Peça de Teatro (1317)
Poesias (138304)
Redação (2926)
Roteiro de Filme ou Novela (1055)
Teses / Monologos (2401)
Textos Jurídicos (1925)
Textos Religiosos/Sermões (4887)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->ESTRIDÊNCIA -- 01/06/2008 - 12:05 (João Ferreira) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
ESTRIDÊNCIA

Juan de la Ville

1 de junho de 2008





É muito cachorro latindo

Estridentemente

Para transeuntes pacíficos

Que só querem a rua

Para aproveitar a geometria

Do manto de seus silêncios!



Criemos por isso

Algo além da estridência

E aproveitemos a vida



Os cachorros latirão sempre

Como ofício

E só farão pequenas pausas

Quando cansarem suas fauces

Estritamente caninas



A vida não espera

Ela é um departamento

Com marca senhorial

E quer morar com honras de castelã!



Juan de la Ville

1 de junho de 2008

Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 74Exibido 326 vezesFale com o autor